Central de Agendamento: 11 2410-1400 Ouvidoria: 11 4414-6006         Imprensa



Hemodiálise

hemodiálise no Hospital Novo Atibaia

Hemodiálise - Hospital Novo AtibaiaA hemodiálise é uma alternativa terapêutica aos pacientes portadores de insuficiência renal crônica (ou terminal).

Possui a finalidade terapêutica substitutiva de realizar (de forma artificial) o processo de filtração desempenhado pelos rins, quando estes não funcionam mais. Utilizando o sangue como veículo a ser filtrado, promove neste um processo de retirada de líquidos (ultrafiltração e troca de substâncias, eliminando o que está em excesso no sangue).

O paciente que se submete a este procedimento necessita vir ao hospital ou à Unidade de Diálise duas ou três vezes por semana. A sessão de hemodiálise dura em média quatro horas. É um procedimento ambulatorial. Terminada a sessão o paciente pode ser liberado.

O Hospital Novo Atibaia possui uma moderna Unidade de Diálise equipada com os melhores, mais seguros e modernos equipamentos utilizados para este fim. Utiliza água tratada por osmose reversa através de equipamentos Cullingan.

As unidades hemodialisadoras (ou máquinas de hemodiálise) são todas tipo proporção, de fabricação Fresenius (importante empresa alemã, gigante mundial em equipamentos e tecnologia em tratamento dialítico). Nossa unidade está equipada com quinze máquinas hemodialisadoras e possui capacidade para dialisar até 30 pacientes por dia. A estrutura física e funcional da Unidade está totalmente adequada às normas técnicas exigidas pela Legislação Federal que rege este tipo de procedimento médico.

A unidade possui salas para pacientes portadores e não portadores de vírus da Hepatite B e C, consultório médico, sala de emergência, banheiros comuns e para deficientes físicos, três salas para lavagem em separado dos dialisadores após sua utilização em pacientes não portadores de vírus da hepatite, em portadores de vírus B e em portadores de vírus C, almoxarifado e sala para guarda dos pertences dos pacientes. A distribuição física foi regida pelas normas legais, considerando os espaços mínimos exigidos para a alocação do paciente durante a sessão de tratamento.