Central de Agendamento: 11 2410-1400 Ouvidoria: 11 4414-6006         Imprensa



Pesquisas mostram que amar faz bem à saúde

Publicado em 12/06/2015
Imagem do Artigo Pesquisas mostram que amar faz bem à saúde

Um dos sentimentos mais celebrados por poetas e músicos virou foco de pesquisas no mundo todo nas últimas décadas. E as descobertas são uma ótima notícia para os eternos apaixonados: amar faz bem à saúde. Isso porque a paixão desencadeia diversas transformações químicas no corpo, como aumento de hormônios que provocam bem-estar, felicidade e desejo sexual, e aumento da pressão arterial, que melhora a resposta imunológica e protege ainda mais o corpo contra infecções e doenças.

Para a Psicóloga do Hospital Novo Atibaia, Tatiana Croth, se apaixonar é um excelente recurso para fugir de doenças graves como a depressão. “Por estarem mais felizes, os apaixonados ganham mais interesse na vida e por isso encontram no cuidado com a saúde, uma forma de estar sempre perto de quem se ama. É como um antidepressivo natural.”, diz.

Os benefícios de amar

Segundo Ailton Amélio da Silva, doutor em psicologia e professor de relacionamentos amorosos e comunicação na USP, ter um amor correspondido deixa a pessoa mais bonita, motivada, disposta, relaxada, otimista e cheia de objetivos. E além de tudo isso, faz bem ao coração e ao corpo. “A pessoa que ama tem mais autoestima, por isso cuida mais de si, pratica exercícios físicos, se preocupa com a saúde, tem motivação para continuar na dieta  e até mais disposição para sair.”, diz.