Central de Agendamento: 11 2410-1400 Ouvidoria: 11 4414-6006         Imprensa



Parceria empresarial faz avançar a cardiologia em Atibaia

Publicado em 11/04/2013

Parceria empresarial faz avançar a cardiologia em AtibaiaSenso de equipe, discussão de casos e tecnologia disponível garantem o desenvolvimento de especialidades médicas. No caso da parceria entre o Hospital Novo Atibaia e a empresa Inova, o resultado foi maior interação entre os integrantes da equipe de cardiologia, até mesmo pela proximidade.

Além de disponível no mesmo hospital, ficou no mesmo andar da cardiologia, o que só reforçou a parceria. "Essa proximidade favorece ao cardiologista, que está no consultório, para discutir o caso do paciente, vendo o filme do cateterismo cardíaco diretamente e discutindo com o hemodinamicista", afirmou o dr. Giancarlo Gallo.

Vários outros exames cardiológicos são realizados no mesmo setor da cardiologia (eletrocardiograma, teste ergométrico, ecocardiograma bidimensional Doppler, ecocardiograma com estresse farmacológico). Ou seja, são cardiologistas com subespecialidades dentro da cardiologia, num mesmo setor, avaliando conjuntamente os casos dos pacientes.

Além disso, o Inova favorece ao tratamento mais rápido e eficiente dos pacientes agudos internados com infarto do miocárdio ou angina.

Define-se com o exame de cateterismo cardíaco se o paciente será tratado clinicamente, por angioplastia com implante de stent, ou por cirurgia cardíaca. Essas técnicas avançadas favorecem a redução do tempo de internação.

Equipamentos - O Inova disponibiliza alguns equipamentos. O principal é o equipamento de hemodinâmica que é importado, da marca Toshiba, modelo Infinix i, que funciona com emissão de raios X. Há ainda polígrafo, bomba injetora de contraste, carro de urgência, carro de anestesia com respirador, bisturi elétrico, etc. Todos estes equipamentos, mais o de hemodinâmica, permitem a realização de diversos procedimentos no local.

Por fim, a última aquisição importante foi o ultrassom intracoronário, em que um cateter muito fino com o transdutor com diâmetro de 1 mm é introduzido dentro da artéria do coração (coronária) e permite imagens bem completas sobre toda a parede da artéria e a doença que a acomete. "Esse exame tem indicações bem específicas e vem agregar como mais uma ferramenta importante para o conhecimento da doença e principalmente auxiliando ao médico durante a angioplastia com implante de stent, visando reduzir as taxas de reestenose (re-obstrução do local) e re-intervenções futuras. Este equipamento é pioneiro em nossa região, sendo só disponível em nosso serviço. Equipamentos similares nas proximidades são encontrados apenas em São Paulo e em um hospital de Campinas", explicou o dr. Giancarlo.